9 de out de 2008

Treinamento Funcional


Ganho de massa muscular, resistência localizada, perda de gordura, definição... Objetivos sempre muito almejados por quase todos aqueles que se dispões a iniciar um novo programa de atividade física. Nestes programas muitas vezes o treinamento de força se faz presente.
Porém, uma modalidade um tanto recente vem ganhando cada vez mais espaço, devido à sua notável importância, consequentemente levando a uma procura crescente nas academias. Trata-se do Treinamento Funcional, um programa de condicionamento voltado para as atividades cotidianas, para a execução otimizada dos exercícios, com melhoria da postura, equilibrio e força, resultando num menor dispêndio de energia para os afazeres diários. Algo especialmente importante para os idosos em especial.
Gestos simples como o de puxar e empurrar uma gaveta, o prazeroso movimento de embalar um bêbê, agachar para apanhar um objeto, ou sentar-se, podem tornar-se bastante incomôdos com o avançar da idade, a coluna por exemplo começa a "reclamar" daqueles anos de maus hábitos, e as dores surgem.
O treinamento funcional aparece com o objetivo de previnir, atenuar ou eliminar estes incômodos, por meio de exercícios semelhantes aos movimentos diários, com o uso de aparelhos simples, adaptados, improvisados do dia-a-dia, ou máquinas especiais, que criem situações de instabilidade e exijam tais capacidades funcionais para sua execução.
È de primordial importância o acompanhamento diário e muito próximo do professor, especialmente para os iniciantes, com o intuito de monitorar a postura correta e execução ótima dos exercícios, evitando acidentes e lesões.

Importante ainda lembrar, que não se trata de um programa de reabilitação apenas... mas também de prevenção, não sendo exclusividade para idosos, a inclusão de exercícios funcionais no treinamento de força dos mais jovens só tem efeitos posivos a trazer, no que tange ao fortalecimento dos músculos estabilizadores, bem como no controle e monitoramento constante da execução perfeita dos movimentos.

imagem: globo.com

Um comentário:

  1. Olá, achei muito interessante essa matéria que vc postou, mas é uma pena que na maioria das academias os instrutores não tem essa visão. Eles acabam passando sempre os mesmos exercícios e não nos monitoram. Quantas vezes eu vejo pessoas toda torta fazendo os exercícios e os instrutores não estão nem aí. Talvez pelo número de alunos que tem na academia ne. Eu gostaria muito de contratar um personal pra me auxiliar, vc pode entrar em contato comigo? Meu email drikaeduardo@hotmail.com. Obrigada

    ResponderExcluir

Olá... Obrigado por comentar em meu blog... se desejar, deixe seu e-mail para contato! Continue acompanhando o trabalho!